quinta-feira, 27 de março de 2014

Audiência Pública





Dia 20/03/2014 - Audiência Pública


A APPMG realizou na Assembléia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) junto à Comissão de Educação. Uma Audiência Pública em defesa da Lei 100, na ocasião estiveram presentes SEPLAG, SEE e os deputados Duarte Bechir (PSD), Antônio Carlos Arantes (PSDB), Wander Borges (PSB). Os deputados defenderam a Lei 100 e fizeram um documento para enviar ao Supremo Tribunal Federal (STF), todos tiveram oportunidade de falar. 



A APPMG vem de público solidarizar-se com a  ADEOMG  que foi impedida de realizar uma audiência no dia 19/03/2014. Um grupo de vândalos adentrou o recinto quebrando vidros e provocando arruaças, elementos ideológicos pagaram esses malfeitores para prejudicarem os Diretores Escolares.


                                                                                                                                                                                               

quinta-feira, 20 de março de 2014

Ofício nº 04/2013

Ofício nº 04/2013
Data: 04/07/2013
Assunto: Faz solicitação


          Exmo. Sr. Antônio Augusto Junho Anastásia
          D.D. Governador do Estado de Minas Gerais

         A Associação de Professores Públicos de Minas Gerais, APPMG, através de sua Presidente Joana D'arc Gontijo, vem solicitar de V.Sa. conceder as questões, que são prioritárias para a Educação de Minas Gerais.

1- Melhoria na estrutura de gestão da SREs.
2-Valorização do Diretor Escolar com o acerto da DAE  em um dos cargos anterior à regularização da contagem de tempo dos dois cargos.
3-Nova capacitação para os Diretores Escolares, revendo os critérios.
4-Intensificar esclarecimentos aos Diretores Escolares com relação  à 1/3 da carga horária do professor.
5-Equipamentos de segurança para todas as escolas  e intensificação da capacitação da cultura, da paz e da segurança.
6-Capacitação e treinamento para os não docentes (cantineiras, ATBs e etc).
7-Escolas do campo - Um olhar especial para estas escolas, incluindo a segurança.
8-Rever os processos de aposentadorias de 2005 a 2009 pendentes.


Atenciosamente,


Joana D' arc Gontijo
Presidente


Resposta Oficio nº 04/2013



Em atenção ao ofício 04/2013,encaminhado por V.Sa. ao Senhor Governador, informo:

Item 1: Atendido com a criação de novas FGD e aumento dos valores.Também foram feitos investimentos em mobiliário, equipamentos e veículos nas 47 Superintendências Regionais de Ensino em 2012.

Item 2: A  AGE e a SEPLAG concluíram, no final de 2013,que não há viabilidade Legal.

Item 3: Será feita em 2014, com os critérios de 2010.

Item 4: Os Diretores foram devidamente instruídos.

Item 5: Estão sendo liberados de acordo com a disponibilidade orçamentária . O FORPAZ fará todas as reuniões possíveis em 2014.

Item 6: Capacitações feitas pela Secretaria de Estado de Educação em 2013: 271 mil servidores das várias carreiras. As capacitações continuarão em 2014.

Item 7: Foi criada a Comissão Permanente da Educação do campo e as providências cabíveis estão sendo implementadas.

Item 8: Estão sendo revistos, em parceria com a SEPLAG.


Atenciosamente,

Ana Lúcia Almeida Gazzola

Secretária de Estado de Educação de Minas Gerais

Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais






segunda-feira, 26 de agosto de 2013

APPMG INFORMA







                                                   Hoje em dia, 24/08/2013

Associação de Professores Públicos de Minas Gerais - APPMG
■ Rua da Bahia, 1032, 9º andar. Centro. BH/MG. Cep: 30160-011
Site: www.appmg.org.br ■ Email: appmg@appmg.org.brBlog: blogappmg.blogspot.com
■ Facebook.com/assoc.appmg ■ Telefone: (31) 3273-1126 ■ Fax: (31) 3224-8247

sábado, 24 de agosto de 2013

APPMG INFORMA




                     

CHACINA COM ARMAS QUÍMICAS NUNCA MAIS...
Damasco  -  Mais de 650 pessoas  morreram nesta quarta-feira (21/8) em um ataque com armas química executado pelo exército sírio nos arredores de Damasco

O primeiro infanticídio que se tem notícia na história da humanidade ocorreu na cidade de Belém onde nasceu Jesus Cristo.

O rei Herodes mandou matar todas as crianças daquele lugar com medo que o menino Jesus pudesse tomar o seu lugar.

Todos nós conhecemos essa história desde a nossa infância.

O oriente médio é a região do planeta onde nasceu Jesus Cristo e é como um vulcão é um conflito latente por milhares de anos que de vez em quando explode.

Agora todos vocês viram o massacre com armas químicas contra a população civil na Síria.

Centenas de crianças e adultos foram assassinadas com gás letal.

Como educadores não podemos ficar omissos a esses holocaustos.

Diante dessa situação convidamos a todos vocês a passarem e-mails de protesto para a UNESCO – Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura. E-mail da UNESCO no Brasil: brasilia(at)unesco.org
















Ativistas sírios inspecionam corpos de pessoas que foram mortas por gás químico na região de Ghouta, nos arredores de Damasco


Associação de Professores Públicos de Minas Gerais - APPMG
■ Rua da Bahia, 1032, 9º andar. Centro. BH/MG. Cep: 30160-011
Site: www.appmg.org.br ■ Email: appmg@appmg.org.br 
Blog: blogappmg.blogspot.com
■ Facebook.com/assoc.appmg ■ Telefone: (31) 3273-1126 ■ Fax: (31) 3224-8247




quarta-feira, 21 de agosto de 2013

APPMG INFORMA

APPMG INFORMA

Reunião com as Entidades da Educação no dia : 19 de Julho de 2013

Ofício n°10/2012
Belo Horizonte, 03 de dezembro de 2012.


A Associação de Professores Públicos de Minas Gerais - APPMG, através de sua Presidente, Joana DArc Gontijo, vem solicitar de Vossa Excelência, se possível, a antecipação do Pagamento das Promoções e Progressões dos servidores da Educação Básica antes de Janeiro de 2016, conforme estabelecido no Decreto n°45.905 de 03/02/2012, Art. 8º. , parágrafos 1º. e 2º.; Art. 9º., parágrafos 2º. e 3º. onde a vigência é a partir de Janeiro de 2016.



APPMG INFORMA

19 de julho de 2013.

Reunião com as Entidades da Educação no dia 18/07/2013.




A Associação de Professores Públicos de Minas Gerais -APPMG informa que não participou da reunião de negociação do subsídio em 2010, mas, no dia 04/09/2012, pediu ao Governador que melhorasse a remuneração por subsídio, uma vez que as progressões e promoções seriam só a partir de Janeiro de 2016.

Para fortalecer o pedido, fez um ofício de n°10/2012, datado de 03/12/2012, solicitando a antecipação do pagamento das promoções e progressões.


Abaixo cópia do ofício com solicitação que já está sendo atendida.

Ofício n°10/2012

Belo Horizonte, 03 de dezembro de 2012.

Assunto: Faz solicitação

Exmo. Sr.

Antônio Augusto Junho Anastasia

D.D. Governador do Estado de Minas Gerais


A Associação de Professores Públicos de Minas Gerais - APPMG, através de sua Presidente, Joana DArc Gontijo, vem solicitar de Vossa Excelência, se possível, a antecipação do Pagamento das Promoções e Progressões dos servidores da Educação Básica antes de Janeiro de 2016, conforme estabelecido no Decreto n°45.905 de 03/02/2012, Art. 8º. , parágrafos 1º. e 2º.; Art. 9º., parágrafos 2º. e 3º. onde a vigência é a partir de Janeiro de 2016.

Com certeza do entendimento e atendimento, agradecemos.

Atenciosamente,

Joana DArc Gontijo

Presidente

Associação de Professores Públicos de Minas Gerais - APPMG

■ Rua da Bahia, 1032, 9º andar. Centro. BH/MG. Cep: 30160-011

Site: www.appmg.org.br ■ Email: appmg@appmg.org.br 


Blog: blogappmg.blogspot.com

■ Facebook.com/assoc.appmg ■ Telefone: (31) 3273-1126 ■ Fax: (31) 3224-8247

quarta-feira, 3 de julho de 2013

Caixa Preta


Raquel Faria
Caixa preta

PUBLICADO EM 03/07/13 - 03h00   

Caixa preta
A caixa preta dos custos das empresas de ônibus é um obstáculo à redução das tarifas em BH. Na licitação do transporte, em 2008, não houve planilha inicial de custos das tarifas como manda a lei. Foi acordado com as empresas um valor, o qual vem sendo revisado todo ano. Por isso, agora, a PBH não tem uma base inicial para cálculo de reduções. E as empresas têm argumento para questionar os cortes na Justiça.

Dados à tona
Desvendar a caixa preta do transporte é o que fará a Ernst & Young, auditoria externa contratada pela PBH. Esse trabalho vai dar transparência para os contratos de 20 anos com as empresas de ônibus. Tornou-se tão importante que deveria ser acelerado.

Abrindo o bolso
As mineradoras se preparam para pagar o maior royalty previsto no Código Mineral: 4% sobre a receita líquida. O projeto de lei no Congresso propõe royalties de 0 até 4%, deixando em aberto a alíquota para cada minério. “Seremos taxados pelo máximo, com certeza”, conforma-se o CEO de uma grande mineradora de ferro.